image1 image2 image3

Mãe e filha Fashion Blogger|Prazer; Seja bem vindo!|Eu sou a Gracielli Roque|' Eu sou a Duda Roque

Curiosidades Fashion

Ao contrário do que se pensa, Yves Saint Laurent nasceu na Algéria, e não na França. Começou a trabalhar cedo, aos 17, já em Paris. Publicou alguns desenhos na Vogue francesa e participou de um concurso (o mesmo onde Karl Lagerfeld foi descoberto) e seu vestido vencedor chamou a atenção de Christian Dior, que o convidou para ser seu assistente. Quando Dior morreu, em 1957, Saint Laurent o substituiu na direção da casa, mas por pouco tempo. Em 1960 foi convocado para servir ao exército na Argélia e forçado a passar a batuta da Dior para Marc Bohan. Ao voltar, abriu sua própria maison e fez seu primeiro desfile em janeiro de 1962, iniciando uma era de elegância, sofisticação e inovação no vestir feminino. Um de seus maiores sucessos de vendas foi o tubinho Mondriand, estampado com uma tela do pintor holandês de mesmo nome, que virou um ícone da moda. Abriu em 1966 a boutique YSL Rive Gauche em Paris, quebrando um tabu, ao ser o primeiro estilista de alta-costura a abrir uma loja de prêt-à-porter. Nesta mesma época, criou o smoking feminino, que chocou o mundo todo nos anos 1960. Naquele tempo, mulheres que vestiam calças eram discriminadas e às vezes até proibidas de entrar em alguns lugares. O smoking e seu terninho feminino deram poder às mulheres da época, revolucionando a maneira como se vestiam. Muitos países, culturas e etnias inspiraram suas coleções, que passaram a ser divididas em feminina e masculina a partir de 1971. As peças masculinas foram bem recebidas e Yves foi o garoto-propaganda da primeira campanha, posando nu para o fotógrafo Jeanloup Sieff. Desenhou cenários e figurinos para o teatro, criou fragrâncias e desenhou uniformes para a Copa do Mundo de futebol de 1998. No ano seguinte, vendeu suas marcas para o grupo Gucci, mas se manteve na direção da linha de alta-costura, enquanto Tom Ford foi escolhido pelo grupo para cuidar da YSL Rive Gauche. Desgostoso com os rumos do mercado e de sua marca, despede-se das passarelas em 2002 com um desfile emocionante, que apresentou todas as suas maiores criações e contou com a participação da musa e amiga Catherine Deneuve, atriz francesa. Saint Laurent faleceu no início de 2008 após anos lutando contra o câncer, em sua casa parisiense. Atualmente, a marca não conta mais com a linha de alta-costura. O estilista italiano Stefano Pilati coordena as linhas prêt-à-porter feminina e masculina.

                    
Bjs amigas :) fãs de #Moda

Compartilhe:

CONVERSATION

0 comentários: