image1 image2 image3

Mãe e filha Fashion Blogger|Prazer; Seja bem vindo!|Eu sou a Gracielli Roque|' Eu sou a Duda Roque

Conhecendo...

  Pintou uma vontade de saber mais detalhe de alguns ícones da moda,então resolvi ir postando conforme eu for estudando ;) !Iniciando com ela.............Gabrielle Chanel vivia em um internato, para onde foi mandada pelo pai viúvo, até fugir, aos dezoito anos, quando viraria costureira. Entre os anos de 1905 e 1908, ela sobreviveu cantando em cafés. Parece ser nesta época que recebe o apelido Coco (que significa “queridinha”), apesar de outros dizerem que ele foi dado pelo pai, quando ainda era pequena.
                                                 
Em 1910, Gabrielle abriu sua primeira loja de chapéus decorados e, dois anos mais tarde, uma segunda boutique de roupas esportivas – sua nova forma de desenhar para o corpo feminino virou um sucesso em pouco tempo. Em 1915, com reputação estabelecida, Coco abre sua primeira casa de costura. Mais tarde, materializa-se sua marca registrada, um dos perfumes mais famosos do mundo, Chanel N°5.
                                                     
Revolucionando a moda, Chanel cria as primeiras calças femininas para o dia-a-dia, inspiradas nas calças usadas pelos marinheiros. As peças tinham modelagem simples, largas e confortáveis. Numa época em que o traje feminino era marcado pelas grandes saias rodadas e os longos vestidos luxuosos, a calça teve de ganhar o seu espaço no vestuário das mulheres e isto ocorreu graças a 1ª Guerra Mundial, em 1914, onde os homens precisaram ir aos campos de batalha e deixaram as mulheres responsáveis pela casa e pelo trabalho. Sendo assim, as mulheres também precisavam de uma roupa confortável. Chanel foi uma das primeiras a usar a calça e deu início à popularização das calças femininas.
Em 1924, a estilista introduziu em sua coleção o tweed – um tecido tradicionalmente masculino, de lã fria, barata e rústica, usado para confeccionar ternos e casaco – na fabricação dos seus icônicos tailleurs. Chanel decidiu incorporar o tecido às suas coleções graças à influência de seu namorado na época, Duque de Westminster. Mais tarde, ela cria a peça feminina que é, até hoje, considerada a arma mais poderosa de nosso vestuário, o “vestidinho preto”, a peça de roupa mais simples e versátil da mulher.
                      
Chanel criou a bolsa tiracolo, cujo intuito era deixar as mulheres com as mãos livres, para atividades do dia. Também passou a confeccionar vestidos em Jersey, em cinza e azulmarinho, diferentes de tudo o que as mulheres vestiam naquela época. Esses vestidos venderam muito, pois Coco antecipou o desejo das mulheres de vestir roupas confortáveis, livrando-as dos espartilhos e armações.
Sempre tendo como base a união de praticidade e luxo, Chanel proporcionou à moda criações vanguardistas que acabaram se tornando chaves para a liberdade da mulher. Ela trouxe a influência masculina para o guarda-roupa feminino, junto com um conforto jamais sonhado por mulheres que ainda viviam na Belle Époque.
Ela se tornou um dos grandes nomes da moda durante todo o século XX. Seu estilo clássico e o “pretinho básico” permanecem sendo tendência da moda mundial.
Gostaram?
Bjs
Gracielli Roque 

Compartilhe:

CONVERSATION

0 comentários: