image1 image2 image3

Mãe e filha Fashion Blogger|Prazer; Seja bem vindo!|Eu sou a Gracielli Roque|' Eu sou a Duda Roque

#MamãePérola: Vamos tirar os filhotes um pouco do computador?


 Oieee Pérolas Mamães!
Tudo bem?
Vamos tirar os filhotes um pouco do computador ou da televisão com as brincadeiras das nossas infâncias??!!
Precisamos resgatar nossos filhos o gosto pela vida fora das paredes de casa – ou dentro, mas não de frente para uma tela -, é estimular desde cedo jogos e atividades que mexam com a criatividade e estimulem a imaginação infantil. Como? Simples. Vamos relembrar as brincadeiras que mais marcaram a nossa infância e convidar os nossos filhos a compartilharem das atividades.
Selecionei 4 brincadeiras que amava, ops amo kkk eu adoro gente até hoje!
Bora??!!
Então, vem comigo!!!

1-Amarelinha

Basta um giz – ou uma pedra, como é sabido – para transformar um pedaço de piso comum em uma das melhores brincadeiras de todos os tempos. A atividade estimula o equilíbrio, a agilidade e a mira e é indicada para crianças a partir de 4 anos.

2-Esconde-esconde
Se houver várias crianças – são necessárias no mínimo três – o esconde-esconde é uma boa opção para treinar a agilidade, velocidade, criatividade, atenção e a paciência. Uma das crianças conta enquanto as outras se escondem. Em seguida, o “contador” precisa encontrar os demais. O primeiro a ser encontrado é o próximo a contar. #DudaAma

3-Morto-vivo

Perfeita para manter muitas crianças entretidas por muito tempo – e através de um mecanismo simples: quando o líder disser “morto”, todos devem ficar agachados; se o comando for “vivo”, os participantes ficam em pé. Os que descumprirem as ordens vão sendo eliminados, até que reste apenas o vencedor. A atividade ajuda a desenvolver habilidades como agilidade, condicionamento físico, coordenação motora, atenção, concentração e expressão corporal.

4-Mímica


Você só precisa de alguns cartões com nomes de animais ou filmes, por exemplo. Uma criança retira um cartão e, sem contar às demais o que está escrito nele e sem emitir som, precisa fazê-las adivinhar o que leu. A brincadeira desenvolve a memória e a criatividade.

Vamos liberar a criança que já fomos. Estas atividades, além de tirarem a criança da frente do computador, abrem espaço para que  nós, pais e filhos se aproximem. Em meio à rotina estressante vivida hoje, são instantes de diversão e relaxamento.

Familia é tudoooooooo!

Compartilhe:

CONVERSATION

0 comentários: